Tia Eron [BLOG OFICIAL]

É a Bahia no Coração

Comandante da Operação Ronda Maria da Penha da Bahia é promovida a Major

Deixe um comentário

major_deniceA Comandante da Operação Ronda Maria da Penha (ORMP), Capitã PM Denice Santiago foi promovida a Major do Quadro de Oficiais de Policiais Militares (QOPM), quadro composto por oficiais da carreira de combatentes, diplomados em Curso de Formação de Oficiais (CFO), realizado em Academia de Polícia Militar ou em Unidade de Ensino Militar equivalente. A promoção foi publicada no Diário Oficial do Estado de na última quinta (30).

O fomento do debate sobre as questões de gênero é um dos principais fatores para o aumento da ocupação de mulheres em carreiras tipicamente masculinas, como é o caso da militar.

A mulher passou a ocupar cargos militares na Bahia há 25 anos. Atualmente cerca de 4.100 mulheres compõe o efetivo da PM, sendo a Comandante da Operação Ronda Maria da Penha a 2ª mulher da Bahia a ter a patente de major, a maior patente feminina.

A Ronda

Foi criada através do Termo de Cooperação assinado em 08 de março de 2015 – Dia Internacional da Mulher -, em Salvador, pelas Secretarias baianas de Política para as Mulheres e de Segurança Pública, junto à Defensoria Pública, o Ministério Público e o Tribunal de Justiça.

A Ronda Maria da Penha (RMP) prevê cooperação mútua entre os órgãos envolvidos para promover: a capacitação de policiais militares que executarão a ronda, além da qualificação dos serviços de atendimento, apoio e orientação nas ocorrências policiais envolvendo mulheres vítimas de violência doméstica, para prevenir e reprimir atos de violações de dignidade do gênero feminino no enfrentamento à violência doméstica e familiar; garantir o cumprimento das Medidas Protetivas de Urgência; a dissuasão e repressão ao descumprimento de ordem judicial; o encaminhamento das vítimas à Rede de Atendimento à Mulher vítima de violência doméstica no âmbito municipal ou estadual; e a implantação da Sala Lilás, para acolhimento e atendimento qualificado às mulheres vítimas de violência doméstica e familiar.

Com início de suas atividades em março de 2015, no Subúrbio Ferroviário soteropolitano, local com o maior número de vítimas de violência doméstica da cidade, a RMP já conta com a atuação de cerca de 60 profissionais qualificados, que fizeram parte das três turmas que concluíram a capacitação em 2015.

Além de ter chegado aos municípios de Juazeiro e Paulo Afonso, a Ronda também já participou de grandes eventos, como o Carnaval da Bahia de 2016, e a Micareta de Feira de Santana do mesmo ano.

Atualmente, a RMP conta com sua própria sede no Distrito Integrado de Segurança Pública (DISEP), no bairro de Periperi, em Salvador.

Fonte: Ascom SPM-BA

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s