Tia Eron [BLOG OFICIAL]

É a Bahia no Coração

Tia Eron visita Sul e Extremo Sul da Bahia, lança pré-candidatos e repudia ranking de região com mais estupros no Estado

Deixe um comentário

Alcobaca2

A deputada Federal Tia Eron visitou municípios da região Sul e Extremo Sul do Estado da Bahia, neste fim de semana. Reuniões políticas foram realizadas nos municípios de Porto Seguro, Belmonte, Teixeira de Freitas e Alcobaça. Em Alcobaça, participou na noite do sábado (23), de evento na Câmara Municipal, onde o PRB lançou a pré-candidatura à prefeita da cidade da vereadora e vice-presidente da Câmara, “Marinalva da Saúde”.

“Reafirmo meu compromisso com o povo de Alcobaça e do Extremo Sul e com as mulheres. Temos uma pré-candidata pronta, que com certeza vai honrar seu município, porque conhece a realidade das pessoas, e vai dar continuidade ao trabalho sério do PRB”, disse Tia Eron, que preside o PRB na Bahia.

Emocionada, Marinalva lembrou seu passado. “Passei fome, mas com muita luta venci as dificuldades e estou pronta para buscar as melhorias que Alcobaça tanto precisa”.

O evento contou com a presença de diversas lideranças da região, como Eliane Lemos, presidente do PRB de Teixeira De Freitas, Da Luz, presidente estadual do PRTB, Sergio Figueiredo do PHS, presidente da câmara de Alcobaça, vereador  Milton Mutuca, PRB de Nova Viçosa, além de lideranças e pré-candidatos do PRB de Porto Seguro, Mucuri, Caravelas e Prado. A presidente do PRB em Alcobaça, a jovem bacharel em direito Marielly Bandeira, que conduziu o evento, convocou a juventude, as mulheres e toda a sociedade a participar da política, e lutar por uma Alcobaça melhor para se viver.

Sul e Extremo Sul lideram números de estupros

Durante a visita, a deputada comentou os dados divulgados pela Secretaria da Segurança Pública (SSP), que apontam as regiões Sul e Extremo-Sul lideram os casos de estupro na Bahia. “São dados extremamente preocupantes, saber que ano passado, em 70 municípios aqui do Sul e Extremo Sul, foram registrados 517 casos de estupro. Uma realidade que, infelizmente, atinge praticamente todos os nossos 417 municípios, e muitas vezes ocorre dentro das próprias famílias. É preciso que o poder público parta para o enfrentamento, de maneira enérgica. Por tudo isso, é que a violência contra a mulher, como um todo, tem sido nossa pauta cotidiana no Congresso Nacional, propondo Leis e ações para coibir essa prática, e endurecer as penas dos agressores”.

As duas microrregiões sustentam os dois primeiros lugares no ranking do Estado. No Extremo-Sul ocorreram 27,1 casos para grupo de 100 mil habitantes, e no Sul essa taxa foi de 21,8 em 2015.

Por Aline Ramos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s