Tia Eron [BLOG OFICIAL]

É a Bahia no Coração

Deputada federal Tia Eron lembra que Autistas precisam de atenção

Deixe um comentário

O Dia Mundial de Conscientização do Autismo está sendo comemorado em Salvador com a campanha vista azul ou ilumine de azul algo neste dia. A prefeitura de Salvador entrou de vez na campanha e iluminou um dos mais importantes cartões postais da cidade: o Elevador Lacerda. A cor azul deu um tom especial ao monumento que atrai turistas e moradores todos não só para admirar a beleza e a utilidade do equipamento de transporte, mas também para se engajar na luta pela conscientização do Autismo.

O Autismo é uma síndrome que atinge cerca de 2 milhões de pessoas em todo o Brasil. Nas crianças, o autismo é mais comum do que o Câncer, a AIDS e o Diabetes. A campanha vem exatamente como um alerta para a importância do diagnóstico precoce e das terapias adequadas. No Centro Pestalozzi de Reabilitação da Ribeira, por exemplo, foram desenvolvidas diversas atividades nesta quinta-feira. As crianças participaram, juntamente com os pais, cuidadores, alunos, pacientes e professores da Caminhada Azul no quarteirão próximo a sede, na Ribeira, em Salvador.

No centro funciona a Clínica de Estudo e Tratamento para o Autismo, única deste gênero no estado da Bahia com especialização na atenção à saúde e em ações complementares de saúde. Ainda como parte das comemorações do Dia Mundial de Conscientização do Autismo, o centro na Ribeira promoveu rodas de capoeira e jogos de basquete. Além disso, os pais e cuidadores conheceram de perto o “mundo” dos Autistas ao vivenciar experiências em salas que produzem as sensações vividas pelos autistas diariamente, como: alteração da sensibilidade tátil; hiperatividade e rejeição ao toque.

Sempre em defesa dos Autistas, a deputada federal Tia Eron (PRB-BA), disse que se preocupa com esse grupo de pessoas e lembrar que, quando era vereadora de Salvador já defendia essa causa. “É preciso que se juntem governo e sociedade para discutir e repensar a situação dos Autistas e essa discussão tem que ser na mesma linha dos Direitos Humanos para garantir a inclusão e defesa dos direitos fundamentais”, encerra.

 Por Noel Tavares

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s